História

Brasileiro bem-sucedido no exterior retorna ao país e investe em negócio próprio

São Paulo, 26 de junho de 2007

Morar fora do Brasil para adquirir conhecimento e ganhar experiência. Esse é o sonho de muitos jovens brasileiros que viajam ao exterior. Com Sergio Yuji Izawa não foi diferente. Ele deixou o país no final na década de 80 para morar no Japão. Depois mudou-se para os Estados Unidos onde ficou durante 5 anos. De volta ao Brasil, no final de 2002, concretizou o sonho de ter seu próprio negócio, com uma empresa que já estava consolidada no mercado cuiabano há 25 anos. Hoje ele está no comando de 3 unidades da Fisk em Cuiabá e tem aproximadamente 1000 alunos.

Izawa foi entrevistado por Trama Comunicação - Tel: (11) 5539-1509
www.tramaweb.com.br

Brasileiro filho de japoneses, Izawa deixou o Brasil aos 19 anos com objetivo de obter cidadania japonesa. Depois de um ano começou a estudar, entrou na faculdade e se formou em Comércio Exterior no Tokyo Metropolitan College of Commerce. Atuou em uma agência de turismo e depois como tradutor/intérprete. Nesse período, o futebol profissional no Japão estava surgindo com força total e Izawa recebeu um convite para trabalhar com Zico.

As negociações e os contratos nesta área deram a Izawa a oportunidade de viajar pelo mundo inteiro e exigiram o conhecimento e domínio da língua inglesa. “Fui aluno da Fisk na década de 80 e isso foi essencial para que eu conseguisse trabalhar no exterior. Ter aprendido inglês me ajudou muito”, ressalta ele que em 1998 decidiu se mudar para os Estados Unidos onde teve a oportunidade de estudar na Universidade de Franklin.

Apesar da experiência positiva no exterior, Izawa decidiu retornar ao Brasil para abrir seu próprio negócio. Neste período surgiu a oportunidade de se tornar um franqueado da Fisk. “A empresa oferece toda a estrutura de suporte ao franqueado, auxilia na proposta pedagógica e atua num campo que só tem a crescer cada vez mais”, enfatiza.

Hoje, anos após o investimento na franquia, Izawa já está à frente de 3 unidades da Fisk e tem aproximadamente 1000 alunos. “Minha vida sempre foi uma seqüência de novas metas. Sou uma pessoa extremamente focada em desafios, que sempre gostou de estabelecer objetivos e dedicar-se para alcançá-los”, finaliza.